sábado, 29 de junho de 2013

"The Mission" - Cap. 29




Justin POV
Charlotte dormia em minha cama e parecia um anjo, eu queria entender de onde vem tanto ódio pela Megan. Abracei-a e afaguei seu cabelo, ela se mexeu e foi abrindo os olhinhos, lentamente.
- Bom dia filha. – Sorri e beijei sua testa, ela me olhou e não disse nada. – Daqui a pouco é hora de ir para a escola, já está na hora de levantar.
- Eu não posso ir trabalhar com você? – Ela perguntou.
- Hoje eu não irei trabalhar, tirei o dia de folga. – Respondi, olhando para um arranhou no pescoço dela, deve ter sido a gata dela.
- Então eu posso ficar aqui com você...
- Claro que pode, mas eu pensei que você não iria querer. – Sorri com a ideia de passar o dia com ela.
- Só nós dois? – Lottie fez uma expressão de que sabia minha resposta.
- Eu, você e Megan. – Disse, esperando que ela não reagisse mal, outra vez.
- Eu acho melhor ficar com minha mãe. – Levantou da cama e caminhou até a mochila dela. – Você esquenta o meu leite, papai?
- Sim, vamos lá. – Levantei e nós descemos juntos, para a cozinha. Lottie ficou me contando sobre a escola e como sua professora é engraçada e doce. – E como estão suas notas?
- Eu tirei 10 no desenho da família, você quer ver? – Nós entramos na cozinha e ela começou a procurar o desenho na mochila. Megan e Tyler estavam ali, tomando café.
- Bom dia. – Disse sorrindo e dei um selinho na Megan.
- Bom dia. – Ela sorriu fraco.
- ACHEI. – Lottie gritou e me entregou uma folha, éramos eu, ela e Melissa no desenho e em cima estava escrito “Família dos sonhos”, senti uma pontada no peito, mas sorri para disfarçar. Eu queria ter formado uma família com Melissa, serei incrível, mas eu não a amo, eu não poderia fingir isso, seria injusto com ela e comigo.
- Ficou lindo, querida. – Devolvi o desenho.
- Olha meu desenho Megan. – Ela mostrou e meu coração acelerou, Meggy ficou encarando a folha.
- Está lindo, você é uma ótima desenhista. – Meggy sorriu e devolveu a folha, fechei os olhos e soltei um suspiro. Esquentei o leite para Charlotte e fiz algumas panquecas, depois do café da manhã, dei banho nela e a arrumei para ir à escola, levei-a até o ponto do ônibus e esperei que ela entrasse.
- TCHAU PAPAI. – Lottie gritou, da janela do ônibus, fiquei acenando até que sumissem na curva.
Voltei para a cozinha, procurando Megan, mas ela não estava lá. Arrumei a mesa do café da manhã e lavei os pratos que eu sujei. Ao terminar, subi para o segundo andar e bati na porta do quarto em que Meggy estava, ouvi um “Pode entrar” e entrei, ela arrumava a cama.
- Tirei o dia de folga para ficar com você. – Disse, me aproximando.
- Vai se prejudicar no trabalho por minha causa? – Ela ficou brava.
- O que é um dia sem trabalhar perto de quatro anos sem te ver? – Puxei a cintura dela e sorri. – Tinha dias em que eu entrava aqui só para lembrar os nossos momentos juntos, das palhaçadas, das brigas... Eu não deixei de te amar, nenhum segundo durante esses quatro anos.
- Justin... Você tentou?
- Tentei o que? – Perguntei confuso.
- Tentou ficar com a Melissa? Tentou me esquecer? Se envolver com outra pessoa? Se apaixonar de novo?
- Não, eu nunca quis isso Meggy.
- Você não pode saber disso, se não tentou... – Ela franziu a testa.
- Eu posso sim.
- Justin...
- Megan, eu dormi com cada garota desse bairro e sempre, SEMPRE, pensava em você. – Ela ficou me olhando. – Eu dormi com a Melissa também, nós tivemos alguns momentos de recaída, mas quando eu acordava, me sentia um lixo por não sentir nada por ela.
- Isso não é sobre sexo, Justin.
- Mas você acha mesmo que eu não me apaixonaria pela Melissa, nesses quatro anos, dormindo com ela, quase morando na casa dela?
- Você não deixou essa possibilidade aberta para o seu coração, você manteve sua cabeça fechada...
- Me diz você... Você tentou se apaixonar por outra pessoa?
- Eu namorei por um ano e fui muito feliz enquanto esse namoro durou, mas depois, parecia que eu estava querendo jogar panos por cima do que eu sinto por você...
- Então, esse é mais um motivo para ficarmos juntos.
- Mas a Lottie me odeia...
- Não, ela só não está acostumada a me ver com outra mulher, mas isso vai passar, ela vai se acostumar. – Puxei a cintura dela, de novo. – Isso é sobre o que nós dois sentimos... E nós nos amamos. – Encarei os lábios dela e beijei. – Seja minha Megan? – Sussurrei em seu ouvido e beijei seu pescoço. – E deixe-me ser seu. – Olhei os olhos dela e Meg mordeu seus lábios, ela levantou minha camisa e tirou-a, nós nos beijamos com mais intensidade.
[...]
Acordei na cama dela, sorri ao sentir Meg em meus braços, ela dormia como um anjo. Ela usava minha camisa, cobri seu corpo e abracei-a, depositei alguns beijos em seu pescoço. Meggy se mexeu e virou-se de frente para mim.
- Estou com sono Justin. – Ela sussurrou, ainda de olhos fechados.
- Você precisa cancelar o seu voo. – Sussurrei em seu ouvido, ela abriu os olhos e sorriu.
- Não tem voo, eu não comprei passagem de volta.
- Então, vai ficar aqui?
- Eu tenho uma loja no Canadá, eu preciso voltar para lá e...
- Pode abrir uma loja aqui...
- Justin, meus pais estão lá, eu sempre morei com eles.
- Podemos nos casar. – Disse e beijei-a. – Casa comigo Meg?
- Justin... – Ela ria. – Nós só temos vinte anos.
- Eu tenho vinte e um. – Mostrei a língua.
- Depois conversamos sobre isso, me deixe dormir. – Ela fechou os olhos e eu aproximei nossos rostos, Meggy riu e eu aproximei-me mais. – Justin! – Ela virou-se.
- Ah, não, não, não... – Tentei virá-la de novo, mas ela não deixava, passei por cima dela e deitei do outro lado da cama. – Oi. – Disse rindo.
- AAAAAAH! – Meggy não conseguia não rir. – Por favor, Bieber.
- Bieber? Nossa, agora fiquei com medo. – Disse irônico e abracei-a.
- Eu não dormi quase nada a noite passada, me deixe cochilar um pouquinho. – Ela fez bico, beijei-a.
- Tudo bem, eu vou tomar um banho e depois a gente busca a Lottie, pode ser? – Perguntei e ela assentiu, levantei da cama e Meggy encarou meu corpo.
- Você ficou bem fortinho, não é? – Ela riu.
- Gostou? – Fiz uma pose, fazendo-a rir mais. – Tudo para você.
- Ui. – Meggy disse e soltou uma gargalhada tão alta que me fez rir junto. – Vai tomar seu banho, exibido.
- Você me ama garota. – Apertei sua bochecha e sai dali, correndo, mas Meggy conseguiu me acertar com um travesseiro, abri a porta do banheiro e mandei beijo para ela.

Megan POV
Justin parou desceu do carro e eu fiquei esperando. Ele entrou na escola e saiu de mãos dadas com sua filha, ele parece ser um pai tão coruja e fofo. Notei que Lottie segurava uma rosa e contava uma história, muito animada. Justin abriu porta traseira e colocou a menina na cadeirinha. Olhei para trás e o sorriso dela, sumiu.
- Você vai me levar para casa, papai? – Ela perguntou, encarando a flor.
- Sim, mas antes vamos comprar a sua boneca. – Ele prendia o cinto, envolta dela.
- Eu quero comprar depois.
- Eu não vou ter tempo depois, querida, nós vamos rapidinho. – Justin beijou a testa dela e fechou a porta, contornou o carro e entrou. Liguei o rádio e comecei a notei que Charlotte cantarolava a música, ela não tirava os olhos daquela flor. Fomos ao shopping, Justin comprou a boneca, tomamos sorvete, mas Lottie sempre tentava me deixar constrangida, de alguma forma, isso está me chateando.
- Filha, eu não posso entrar no banheiro feminino, a Meg vai com você. – Justin repetiu.
- Eu não quero, então. – Ela cruzou os braços. Justin respirou fundo, eu via o nervosismo em seus olhos. – Me leve para casa?
- Lottie, assim não dá. – Justin agachou para falar come ela. – Eu não vou deixar fosse ser mais uma garotinha fútil, que trata as pessoas da forma que acha melhor, eu não vou mimar você e não deixarei que falte com respeito com as pessoas – Ele foi alterando a voz, ficando nervoso. – Eu vou te levar para casa e vou conversar com sua mãe sobre as coisas que você tem feito.
- Eu só...
- Você vai entrar nesse banheiro e a Megan vai te acompanhar. – Ele apontava a porta. – Agora.
- Eu te odeio, pai. – Lottie disse irritada e sai correndo para dentro do banheiro, acompanhei-a e fiquei a esperando.
[...]
Eu estava na porta do apartamento da Melissa, de novo e, aquela sensação ruim se repetia. Justin estava de braços cruzados e encarava sua filha. Melissa abriu a porta sorrindo, Lottie entrou correndo no apartamento.
- Precisamos conversar, Melissa. – Justin disse, sério.
- E-e-entrem... – Ela me olhava.
- Justin, eu vou esperar no carro, isso é assunto de vocês...
- Não, você é o assunto – Ele pegou minha mão e me puxou, sentamos no sofá e Melissa sentou na poltrona.
- O que aconteceu? – Melissa estava pálida e o contorno de seus olhos estava roxo.
 - A Lottie está agindo como uma criança mimada, eu falei com ela milhões de vezes, mas ela trata a Megan como se ela fosse uma má pessoa... Eu não sei mais o que faço, ela está sem limites.
- Ela está normal comigo, quando recebo visita, ela os trata com educação, não é mimada!
- Eu sei que o problema é com a Megan...
- Justin, está tudo bem... – Disse.
- Não, não está, ela não pode te tratar assim. – Ele insistiu. – Talvez se você conversar com ela...
- Eu irei, mas não vou brigar com ela Justin... Isso só acontece quando ela está com você e... – Melissa tossiu. – Desculpe, eu... – Ela tossiu de novo e dessa vez, parecia uma crise de tosse.
- Você está bem? – Perguntei.
- Sim... – Ela disse, em meio à tosse. – Preciso tomar um remédio... – Melissa fechou os olhos e levantou, mas ela se desequilibrou e caiu na poltrona.
- Mel... Você tem certeza que está bem? – Justin correu para ajudá-la. – Você está fria... E pálida. O que você tem?
- Eu estou bem – Ela levantou e saiu dali, Justin a seguiu. – Eu te disse tudo aquilo e você a trouxe aqui de novo... Justin, eu me esforço para ficar bem e você faz de tudo para que eu fique mal...
- Eu precisava falar sobre a nossa filha.
- NOSSA FILHA! O QUE ESSA MULHER TEM A VER COM NOSSA FILHA? – Ela gritou, levantei e caminhei até a porta.
- Melissa...
- VAI EMBORA JUSTIN! – Ela gritou, outra vez. – SAI DAQUI...
- Nós não terminamos de convers...
- Eu não quero mais te ouvir, eu não aguento mais te ver... Meu coração se parte a cada segundo que eu passo ao seu lado. Você não tem noção de como eu tenho sofrido desde que... – Ela parou de falar.
- O que? – Justin perguntou, eu abri a porta do apartamento e fui embora.
Continua...

Comentem!

5 comentários:

  1. Continua Eu acho que ela ta gravida de novo (melissa)
    mariana

    ResponderExcluir
  2. *Leitora nova* Vish ela tá com alguma doença? coitada da Megan :/ Continua!

    ResponderExcluir
  3. continua :) nossa o clima ta tenso ai em...

    ResponderExcluir
  4. mdsssssssssss amando <3 perfeito <3 continua

    ResponderExcluir