sábado, 23 de novembro de 2013

"Falling" - Cap. 06





Fiquei confusa ao entrar na escola e ter vários olhos sobre mim, ninguém nunca me notou nesse lugar. Eu passava e as pessoas começavam a cochichar, o que me incomodou um pouco, virei o corredor e vi o motivo de estarem me olhando. Justin. Ele conversava com duas garotas e um menino do time de futebol, eu os ignorei e abri meu armário.
- AMIGAAAAAA... COMO ASSIM VOCÊ SAIU COM JUSTN BIEBER? – Eve fechou a porta do meu armário e me fez olhá-la.
- Estou me fazendo a mesma pergunta. – Refleti.
- Você sempre o desprezou...
- Pena, pode ser uma boa resposta. – Disse, ainda refletindo.
- Foco em mim Elizabeth! – Ela segurou meu rosto e eu fiquei a olhando. – Vocês não se beijaram não é? Você não está apaixonada, certo? – Ela parecia preocupada.
- Não e não. – Disse como se fosse óbvio.
- Ótimo, porque ele está beijando uma garota, no fim do corredor. – Ela terminou de falar e meus olhos já estavam no fim do corredor.
- Babaca. – Revirei os olhos e olhei Eve.
- Por que, afinal, saiu com ele? – Eve estava muito confusa.
- Eu não sei, ele insistiu tanto. – Lembrei e nós caminhamos para a sala.
- Mas ele tentou te beijar? – Agora Eve estava curiosa e tinha um sorriso sapeca nos lábios.
- Não. – Aquilo não foi uma tentativa, está mais para “rolou um clima”, mas, prefiro não comentar.

[...]

Depois das aulas, tinha que ir para a biblioteca, eu prometi que iria ajudar Grace a organizar os novos livros. Entrei na sala e foi tão bom não ouvir pessoas gritando ou passos apressados pelo corredor, fechei a porta e me senti confortável, caminhei até Grace e ela me recebeu com um imenso sorriso.
- Oh Elizabeth. – Grace levantou e me abraçou. – Obrigada por vir.
- Será um prazer, poder ajudá-la. – Disse sorrindo. Grace é uma senhora muito simpática e cuida da biblioteca desde que a escola foi fundada, ela ama estes livros como ninguém.
- Bom, querida, pode começar guardando estes livros de história? – Ela me entregou uma caixa.
- Claro. – Deixei minha bolsa em cima da mesa e caminhei por entre as enormes estantes recheadas de conhecimento. As prateleiras de história ficavam no fim da biblioteca, quase ninguém chegava até ali. Ninguém que realmente esteja interessado nos livros, porque me parece que esse lugar é muito ocupado por casais necessitados de sexo. – Respeitem os livros, por favor. – Disse com nojo e eles se separaram, arrumando os uniformes amassados. Para minha surpresa, ou não, o garoto era Justin.
- Ninguém se importa com esses livros. – A garota disse, me encarando.
- Não querida, VOCÊ não se importa! – Sorri falsa e comecei a organizar os livros que eles derrubaram. – Vá procurar capim, querida. – Disse e Justin começou a rir, a garota saiu furiosa.
- Elizabeth.
- Meu nome. – Não o olhei.
- É incrível o dom que tem para me fazer rir. – Ele encostou-se à estante e ficou me olhando.
- Eu que fico impressionada com o seu medo de ficar sozinho. – Desabafei.
- Do que está falando? – Justin ficou confuso.
- De como precisa ter alguma garota te bajulando o tempo todo. Já tentou ficar um tempo sem uma delas?
- Sim e me diverti muito.  Foi sábado à noite, inclusive. – Ele sorriu.
- Boa resposta. – Disse e ele piscou.
- Posso te ajudar? – Ele pegou um livro e procurou o lugar dele, entre os outros. Eu não o respondi, mas ele passou a tarde toda ali, me ajudando a organizar os livros.
Sentei no chão, morta de cansaço, e Justin sentou ao meu lado, ficamos um tempo em silencio.
- As pessoas ficaram me olhando hoje. – Acabei com o silencio. – Todo mundo pensa que fui uma das suas vítimas.
- Mas você não se importa com o que elas pensam, não é?
- Nem um pouco. – Olhei-o e um silêncio constrangedor tomou conta da biblioteca, por quase um minuto.
- Você me deixa confuso, Elizabeth Bradshaw. – Justin disse e levantou.
- Por quê? – Segurei sua mão, que estava estendida e também levantei.
- Também gostaria de saber. – Ele olhou em meus olhos, mas depois desviou o olhar. – Posso te deixar em casa? – Nós caminhamos para sair daquele labirinto de estantes.
- Não, obrigada, eu prefiro ir caminhando.
- Posso te acompanhar...
- Justin, não precisa. – Disse e vi Grace organizando suas coisas para ir embora.
- Oh crianças, você me ajudaram tanto, muito obrigada. – Ela tinha um sorriso doce e acolhedor.
- Foi divertido passar a tarde organizando esses livr... – Justin parou e fez uma expressão de desespero.
- O que foi?
- Eu tinha treino! Não, não, não... – Ele pegou a mochila e saiu correndo, mas voltou e me olhou. – Até amanhã, Elizabeth.
- Até mais Justin. – Sorri fraco e ele correu de novo, fiquei olhando para a porta.
- Esse garoto parece ser muito legal. – Grace me olhou desconfiada e eu comecei a rir sozinha.
Continua...

Alguém vai fazer fuvest? Se sim, Boa Sorte!

Comentem!

3 comentários:

  1. Kkkkkkkkkkkkkk mas é um tapado mesmo! kkkkkkkk
    Continua logo, to amando! *-*

    ResponderExcluir
  2. continua, porque ta demorando tanto pra postar? '-'

    ResponderExcluir