terça-feira, 28 de agosto de 2012

"Be Alright" - Cap. 24

(geeeeeeeente, por favor, omg, o que é essa foto? estou morrendo sem ar até agora, pera asdlkdfaj)


Katherine POV

 Carreguei minha mala até o carro do Tom. Ele me levaria ao aeroporto. Mamãe chorava do outro lado da rua. Não havia perguntado sobre a reação Grace ao saber que Tom a traiu com minha mãe. Não me interessa também. Mas devem estar bem, já que a vi conversando com Tom ontem à noite, quando chegaram de carro, de algum lugar. Vi Josh sair de casa correndo. Ele atravessou a rua e abraçou minhas pernas.
- Não vá Kath. – Ele pediu com os olhinhos cheios de lágrimas.
- Eu volto logo, eu prometo. – Disse bagunçando seu cabelo. Peguei Josh no colo e o levei até mamãe. Mason parou seu carro em frente a nossa casa. Ele me olhou triste. Deixei Josh no chão e abracei Mason. Ele beijou minha testa.
- Se cuida Kath. – Mason enxugou uma lágrima que escapou de seus olhos.
- Vou te ligar todos os dias, Mason. – Sorri e o abracei novamente. – Você sempre será meu pai, você cuidou de mim, me deu carinho e amor. Eu te amo.
- Ah Kath. – Mason estava prestes a chorar. – Te amo filha. – Ele se afastou. Abracei minha mãe mais uma vez e fui em direção ao carro do Tom. Abri a porta da frente e senti uma mão em minha cintura. Justin me virou e me abraçou forte. Entreguei-me ao abraço. Fechei os olhos e apenas correspondi. Justin chorava e não tinha como eu não chorar também. 
- Me escute Katherine, por favor. – Justin segurou meu rosto e olhou em meus olhos. – Nada. Nada vai fazer com que eu pare de te amar. Nada. Eu te amo e se você não estiver comigo, saiba meu amor que, eu estarei com você. – As lágrimas caíram de meus olhos. Justin enxugou meu rosto se aproximou. Ele encarou meus lábios e me beijou. Ouvi Tom gritar, mas correspondi àquele beijo. Senti os lábios de Justin se afastarem. Nossas mãos foram se soltando. Tom estava puxando Justin. – ME DEIXE. – Justin empurrou nosso pai e me olhou. – Sempre estarei contigo Sky. – Ele sussurrou e saiu correndo dali. Justin desapareceu ao virar a rua. Encostei-me ao carro e comecei a chorar.
- Está bem filha? – Tom perguntou.
- Querida. – Mason me abraçou. – Vai ficar tudo bem filha, confie em mim. – Mason enxugou meu rosto. Entrei no carro do Tom e fechei os olhos com as mãos cobrindo meu rosto.
[...]
Fazia duas semanas que estava no Canadá. Ia para a escola todos os dias, mas me limitava a falar com alguém. Não queria conversar com ninguém. Olhava as pessoas passando na rua, quando bateram na porta do quarto. Enxuguei as lágrimas e disse “Pode entrar”. Minha tia entrou sorridente carregando uma bandeja.
- Trouxe a janta. – Ela deixou a bandeja na cama. Sentei do seu lado e sorri fraco. – Precisa comer alguma coisa Kath.
- Não estou com fome, tia Mollie. – Disse desanimada.
- Como é o garoto? – Ela perguntou curiosa. Franzi a testa, confusa. – O garoto que está te deixando assim.
- Ele é lindo, fofo, carinhoso. Nós nos divertíamos muito. Ele me fazia rir toda hora, me fazia bem. Ele tem os mesmos gostos que eu. Ele surfa, canta, toca. Seu sorriso é perfeito. Os olhos dele brilham quando estamos juntos. – Segurei o choro e abaixei a cabeça. – Ele é perfeito para mim.
- E por que está sofrendo tanto querida? Por que nunca me conta o que aconteceu? – Tia Mollie segurou minhas mãos.
- Porque não consigo segurar as lágrimas. Eu quero esquecê-lo. Eu preciso. – Olhei-a.
- Por quê?
- Porque ele é meu irmão. O pai dele é o meu pai. – Disse tentando me manter forte. Tia Mollie me olhava surpresa. – Mas, vai ficar tudo bem. Ele me prometeu. – Olhei para o chão e suspirei.
- Eu sinto muito Kath. – Ela me abraçou. – Agora, erga essa cabeça e vamos lá, se alimentando. – Tia Mollie aproximou o talher a minha boca, rindo.

Justin POV

Estava contando o dinheiro que estava guardando para comprar um carro. Era o suficiente para viajar. Coloquei as notas e moedas em minha carteira e escondi. Peguei uma mala qualquer e coloquei algumas roupas. Ryan me levaria ao aeroporto, ele estava comigo nessa. Terminei a mala e comecei a escrever uma carta para meus pais. Coloquei a carta em cima da minha cama e joguei minha mala pela janela. Ryan esperava lá embaixo. Sai do meu quarto e desci a escada. Mamãe me olhou.
- Aonde vai filho? – Ela perguntou curiosa.
- Vou para o treino. – Menti. Beijei sua testa e olhei Bethany. – Até mais pirralha. – Beijei sua bochecha e sai de casa. Entrei no carro do Ryan.
- Tem certeza cara? – Ele perguntou com medo.
- Quando chegar lá, eu ligo para meus pais e tudo fica bem. – Disse animado. Ryan começou a dirigir. Ele me deixou no aeroporto. Despedi-me e entrei no aeroporto. Estava feliz e animado.
[...]
Entrei em um táxi e entreguei um pedaço de papel com o endereço que Ryan conseguiu para mim. Ele estava morrendo de medo de não dar certo, mas insisti e ele me ajudou. O taxista parou o carro e me olhou. Entreguei-lhe o dinheiro e desci do táxi. Fitei a casa azul, com flores por todo lado. Caminhei até a porta e toquei a campainha. Meu coração disparou no instante que ouvi o som da campainha. Respirei fundo e encarei a porta de madeira. Ouvi um barulho do lado de dentro da casa. Pensei em sair correndo, mas continuei ali. Então, abriram a porta...
- Pois não. – Um garoto disse me olhando.
- Aqui é a casa da Mollie? – Perguntei enquanto tentava controlar minha respiração.
- Sim. – Ele respondeu. – Quer falar com ela?
- Na verdade, queria falar com a Sky... A Katherine. – Disse nervoso. Minhas mãos suavam.
- Ela saiu. Está bem cara? – O garoto perguntou preocupado. Ouvi uma freada de carro e olhei para trás. Um carro havia acabado de parar ali. – Elas chegaram. Conhece a Kath? – Assenti sem tirar os olhos do carro. Katherine desceu do automóvel e ficou imóvel ao me ver. – Me deixa ajudar. – Ele pegou as sacolas da mão da Kath. Ela caminhou lentamente em minha direção.
- Oi? – A mulher que antes dirigia o carro disse sorridente.
- Olá. – Sorri.
- Você é? – Ela perguntou.
- Justin. Deve ser Mollie. – Chutei e ela assentiu. Mollie olhou Kath e nos deixou ali. Abracei Katherine. Ela correspondeu o abraço, mas se afastou rapidamente.
- O que faz aqui? – Sky perguntou confusa.
- Vim te buscar. – Disse olhando seus olhos. Katherine me olhou confusa. – Brincadeira, mas vim te ver.
- Justin... – Ela colocou as mãos na cabeça.
- Eu te amo Katherine. – Tirei uma mexa de seu cabelo que cobria seus olhos e a coloquei atrás de sua orelha. – Não consigo mais ficar sem te ver. – Aproximei-me e quando ia beija-la. Kath se esquivou.
- Estou namorando o Chaz. – Ela puxou o garoto que me atendeu antes. Ele a olhou confuso. Comecei a rir e Katherine abaixou a cabeça.
- Já disse que nada vai mudar o que sinto. E vocês não estão namorando. – A desmenti. Chaz olhou Kath e apontou para mim após sussurrar algo. Sky assentiu.
- Então é você que está fazendo Katherine sofrer e chorar todos os dias? – Chaz se aproximou me olhando com raiva. – Ela não merece sofrer assim cara.
- Não sofreria se não tivesse medo de amar. – Disse o encarando.
- Vocês são irmãos cara. Coloca isso na sua cabeça velho. – Chaz me empurrou.
- Para Ry. – Katherine o segurou. Fiquei o encarando.
- Justin, vai embora. – Kath pediu chorando.
- Uma vez me disseram que paixão passa, mas o amor fica. Sempre que me lembro dessa frase me pergunto se o que você sentia era paixão. Porque vejo que passou para você Katherine. – Virei-me e peguei minha mala do chão. Caminhei de cabeça baixa até o final da rua, quando ouvi meu nome. Olhei para trás e Sky corria em minha direção. Ela parou de frente para mim e olhou em meus olhos.
- O que sinto por você sempre será amor, Drew. – Katherine me beijou. Pela primeira vez desde que descobrimos nosso parentesco, é Katherine que me beija. Abracei-a pela cintura e a tirei do chão. Beijávamos-nos como quando estivemos em Londres, quando nada nos afastava ou nos deixava para baixo, porque o importante era estar junto. A coloquei no chão e Kath se afastou. – Nunca duvide do meu amor por você, entendeu? Porque eu te amo sempre e para sempre, lembra? – Sky me abraçou após sussurrar isso.
Continua...

CURTAM AQUI PRA Justin &Jerry >> http://www.facebook.com/pages/Justin-Jerry/271159146317906

Bianca AAAAAAAAAAAAAAAAAH entendi haha também se parecem na parte de amar né? porque o justin me ama :)))))))))) só que não :( parei
bia4ever tudo bem amor, minhas provas são semana que vem  aaaa :(((

OBRIGADA MENINAS!

11 comentários:

  1. que liiiiiiiindo *O* amei, amei !
    continua flor (:

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIN QUE PERFEEEITO!!!!!Continua flor....bjos

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito puta por ela ter ido mesmo para o Canadá mas no fundo eu entendo ela. Mas o importante é que ela se declarou novamente hehe Só não entendi uma coisa, ela e o Ryan estavam namorando de novo ou era outro Ryan?? Ótimo capítulo, continuaa

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAIN MEU DEUS ! ELES NÃO PODEM REPITO NÃO PODEM REPITO NOVAMENTE NÃO PODEM SOLETRO N-Ã-O P-O-D-E-M SER IRMÃO ENTENDEU ?? CONTINUA PELO BIEBER AMADO !

    ResponderExcluir
  5. perfeitoooooooooooooooooooooooo!!! continua looooogo! pffff!!! to morrendo de curiosidade aqui!!! aah, que pena... eu tenho mais tres só... segunda, terça e quarta... tudo seguido :(((( bjj

    Bia4ever aqui!!

    ResponderExcluir
  6. ue mais o Ry não tinha ficado na Califórnia?! VISH! kkkkkkk tendi não kkk man eles se amam! QUE COISA! kkkkkkk COntinua logo!! Bjokas @HAVESW4G

    ResponderExcluir
  7. AWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWN *-* QUE LINDOS VELHO,CONTINUA

    ResponderExcluir